quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Café de Menos!!!

Você pode estar sendo enganado!!!

Atenção Consumidor!!!



Quando entramos em uma cafeteria e pagamos de R$2,50 à R$4,50 por uma xícara de café espresso, pouco ficamos atentos na quantidade de matéria-prima utilizada, ou seja, a quantidade de pó de café dosado no porta-filtro.

Muitas pessoas ao receberem uma xícara de espresso bem feita, um curto, reclamam com o gerente que o estão roubando!!! Cadê o meu Café??? Estou pagando por uma xícara cheia, afirmam!!!

Um aviso a esses consumidores... Vocês estão pagando pela quantidade de pó, não pela quantidade de água...  Diante disso, com quantos gramas de café é feito o seu espresso???




Pode estar certo, que a mesma cafeteria que você frequente e encontra a máquina toda suja como mostrado no post anterior, além de vender um café podre, usa uma dosagem abaixo da recomendada, assim, enganando o consumidor.


Um indicativo dessa prática??? Cafeterias que usam dosagem italiana, ou seja,  que já deixam o pó moído e programam a dosagem abaixo da recomendada. Lógico isso não é uma regra mas um indicativo...


Borra molhada, pode ser sinal de pouca dosagem

Cafeterias em que os empresários são muito preocupados com a rapidez e que não possuam Baristas, também é um forte indicativo dessa prática. Abaixo um vídeo de uma extração de café espresso utilizando a técnica italiana corretamente.



Os moinhos possuem um copo dosador com as chamadas estrelas e tipo um parafuso, que para um lado aumenta o caimento de pó e outro lado que diminui o caimento de pó.



Na primeira foto um moinho dosador de café e na segunda foto o copo dosador e reparem nos compartimentos, isso é a estrela, o pó é moído para encher o copo até a metade ou todo e como no vídeo, a estrela é configurada para 1 batida cair a quantidade para 1 café e com duas batidas 2 doses de café. Mas, se o empresário esperto quiser, configura uma dose menor.

Espresso

Pra mim, um espresso single, dose única deve ter no mínimo 7 gramas de café. Usar menos pó para deixar o café mais suave é aceitável...porém, o preço deveria ser menor também.

Muitas pessoas acham desnecessário a presença de um Barista nas cafeterias, inclusive boa parte da mídia carioca... O Barista aqui no Rio de Janeiro é sempre visto como um modismo paulista. Até por isso, difícil encontrar uma cafeteria com Barista em bairros nobres como Ipanema e Leblon. Empresários Cariocas odeiam "gastar" com essas coisas...da moda...preferem gastar com a mídia...e a mídia os adoram, porque pagam páginas e páginas anunciando seu belo café.



Veja um vídeo de como um Barista dosa o café para o seu espresso. É o que chamamos de técnica Americana...Ou seja, o grão é moído na hora do preparo do café e o Barista dosa a quantidade café no olho, com esse método, são utilizados até 12 gramas por dose de espresso. Mais pó, mais sabor...Considerado desperdício pelos empresários... Eu chamo de proporcionar prazeres únicos aos clientes...

Então você pode escolher... cafeterias que só pensam no lucro ou cafeterias que pensam em proporcionar prazer ao seu cliente. Uma, você só serve para deixá-lo mais rico a outra para transmitir sensações, conhecimento sobre cafés e toda a magia dessa bebida fantástica....

Se somos chatos?? Não, somos exigentes e gostamos dos nossos clientes.

Como se prevenir... Bom, procure saber se a cafeteria que você frequenta possue Barista e se usa a técnica americana, não quer dizer que todas as cafeterias que usam técnica italiana ofereçam um espresso com pouco pó de café mas pensa comigo... Café moído na hora, sem preocupação exagerada com a quantidade de pó utilizado, só pode oferecer mais sabor!!!


Ok ...Ok...Eu sei que vocês querem mais detalhes...Vou passar um dever de casa... Para entender na prática o que eu quis dizer...

1) Ir a qualquer loja do ARMAZÉM DO CAFÉ (técnica italianíssima...nenhum Barista...) e peçam no balcão um espresso curto... Reparem que o espresso vai ficar pronto em menos de 15 segundos...a crema rala ou bem preta e o café quente demais queimando o beiço...

São várias lojas, tem em ipanema, leblon, barra

2) Vá ao Café Sorelle (técnica americana, Baristas presentes) e peçam no balcão um espresso curto... Sinta a diferença no aroma...na crema caramelo avermelhada, extração de 20 a 30 segundos e temperatura perfeita para ser consumido.

Em frente a Cobal Humaitá na Rua Capitão Salomão ou no Botafogo Praia Shopping...

E agora, notaram a diferença???





2 comentários:

Mr. Lamb disse...

Caraca, fui no Rio em julho e fiz exatamente isso, tomei café no Armazém, depois na Sorelle... Hmmm, café Orfeu na Sorelle...

Só acho que essa questão da dosagem é irrelevante: se um barista fizer mágica e me trouxer um espresso de 30ml, extraído de 6g (ou 2 de 12g) e estiver saboroso, viva o barista e o grão!

A galera precisa aprender a sentir gosto de extrações ruins e pedir para trocar! Aí proprietários verão que vale a pena investir na mão de obra para não perder cafés!

Abração!

Café Do Moço disse...

Grande Márcio...é o que falei... uma coisa é vocÊ ter noção de que com 6,5 gr vá ter um sabor fantástico no café...a outra é usar essa razão para tirar maior lucro....

Todo empresário que vai abrir uma cafeteria faz a mesma primeira pergunta...Quantos cafés eu faço com 1 kg de café...

Nada mais justo...mas como o Arnaldo diz...depende da intenção do sujeito... hahaha

Abraço