quarta-feira, 19 de maio de 2010

Quando a Paixão pelo Café...

Muda uma Vida



Há 5 anos minha vida profissional era infeliz, minha vida pessoal um desastre... Em 27 de junho de 2005 perdi meu filho com 8 meses de gestação... A partir daquele momento sombrio a única coisa que passou pela minha cabeça era viver por prazer, pelo prazer, pela satisfação e por aí vai...

Ao elaborar um plano de negócios, veio o café em minha mente... bebida que eu nem gostava mas algo me puxou para esse mundo que até hoje não sei descrever... A única coisa que eu sei é que desde o primeiro minuto que comecei a estudar sobre café não parei mais...

Aos 26 anos começar a vida do zero é muito difícil... O início foi muito complicado, pessoas não acreditam em você mas a família é sempre um porto de segurança, nesse quesito, as pessoas mais especiais da minha vida é a minha irmã Nanata... Financiou meu primeiro curso de Barista e minha avó Candinha, que pegou um empréstimo no INSS de R$6000,00 para financiar meus estudos e a participação no Campeonato Brasileiro de Baristas em 2005.

Fiz cursos, viajei para inúmeras Fazendas, participei do campeonato e agora??? Como encarar o mercado??? Com que posicionamento???

Aí vem o maior desafio(por incrivel que pareça não é dinheiro) mas é nesse momento que você perde alguns amigos, toma umas porradas e encara o mercado de frente. Aqui vocÊ vira "concorrente" de muitos.

Aqui digo que é a hora de definir a sua personalidade, ou vocÊ vai ser político e seguir o que os Dinossauros do Café pregam ou mostrar a todos como você enxerga, como entende, como  percebe o que é café. Na verdade, deveria ser assim não??? Ser Barista é tão pessoal como ser um Jogador de Futebol, ou não???

Mas  enfim, o que me levou a escrever esse post foi um comentário que recebi hoje pela manhã e que justifica tudo o que um Profissional pode passar de dificuldades até chegar a sua realização.

DAN disse...
Incrível como é a vida. Quase 6 da manhã de uma quarta-feira e estou lendo quase todos os posts deste blog. Tenho 27 anos e sou estudante de marketing. Mas de uns anos pra cá o bendito café tem despertado, aos poucos essa vontade de buscar mais e mais informações para sanar uma dúvida cruel: "seria loucura dizer que estava largando toda minha carreira para trabalhar com uma bebida que não gostava até então?". Não tão assim, mas digamos que, quase assim... Sempre busquei muito na internet sobre a profissão, sobre remuneração, e só hoje o "Café do Moço" apareceu na busca do Google pra mim, (vai entender...) Gostei de tudo o que li, favoritei muitos links e estou próximo a tomar uma decisão que (espero) pode mudar a minha vida pra melhor. Obrigado pelo ótimo blog! Daniel A.

2 comentários:

saboreando disse...

Uau... Não sabia dessa história.
Quem olha hoje pode pensar que o que você alcançou foi fruto de sorte ou influência familiar. As pessoas tendem a desmerecer o esforço e a coragem de começar tudo de novo, e achar que só elas passam por dificuldades.
Léo, sua trajetória é muito bonita.
Parabéns pelo seu esforço e sua dedicação.

Dan disse...

Olá Léo!
Bacana o post! Obrigado pela força.
Começar do zero sempre é desafiante. Não é ruim como muitos pensam. Ao menos, temos a oportunidade de fazer algo novo e escrever uma história diferente.
No próximo mês começo meu curso!
=)

Abraços e sigamos em contato.
Daniel A.