quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

O Pobre do Barista

Mais sobre Regulamentação



Em recente pesquisa na web cheguei ao blog de uma Senhora dentro do site do Jornal O Globo. Não sei quem é, nunca ouvi falar, não sei o que faz e seu nome é Maria Helena R. R. De Sousa.

A mesma elaborou um post sobre a regulamentação de algumas profissões que segundo ela, não passa de falta do que fazer de alguns congressistas.

"Esforço Hercúleo!



“A atividade de DJ não mais comporta amadores ou aventureiros de primeira viagem”.
Foi isso mesmo que vocês leram. O pior é que a ideia tem um pai e um parteiro: Romeu Tuma (PTB-SP) de cuja mente brilhante e faiscante surgiu o pensamento e ele, o grande, o incomensurável, o fantástico, o extraordinário relator Wellington Salgado, o senador desvotado que representa nada mais, nada menos que Minas Gerais.
Mas há outras profissões na mira de nossos valorosos congressistas: barista, que é o cara que côa e serve o seu café, seja no Antiquarius ou no pé-sujo da esquina; o catador de material reciclável, como garrafas de plástico, latinhas de alumínio ou papel; astrólogos !; e repentistas. "

Para ler o post completo e fazer o seu comentário clique aqui

Mas Baristas, antes que vocês comecem a tremer de raiva e a encher o post da Dona de comentários ofensivos vamos entender porque isso acontece...

Lógico que a falta de conhecimento, informação, marketing está relacionado com esse comentário infeliz da Dona. Mas isso é um pouco culpa do nosso meio...Na minha opinião o Barista hoje está sendo explorado tão comercialmente em vários cursinhos pelo Brasil inteiro, que para ser um Barista 8 horas bastam...

Aqui no Rio talvez seja mais grave...Cursos de Baristas são ministrados de graça... Mas de graça? Sim, o que importa é o apelo do famoso trabalho social...Resultado, o Rio de Janeiro deve ter uma centena de "Baristas" que trocaram o diploma do ensino médio pelos balcões de cafeterias.

O que isso provoca? Comentários como o da Dona... Todo nosso esforço em mostrar que esse profissional é um verdadeiro Especialista em Cafés de Alta Qualidade vai todo pelo ralo...

E aí vem nossa boa e velha ABIC promover o BRAZILIAN BARISTA COFFEE TEAM ... Seria uma alternativa para divulgar o profissional aqui no Brasil? Nada disso... É a indústria brasileira usando o marketing do profisisonal barista para promover a venda de seus cafés no exterior... Eles desembarcam em países sem tradição em cafés especiais como o Chile por exemplo e promovem o seu escambo, comprem nossos "maravilhosos cafés" e mostramos como fazer um desenhozinho no cappuccino.

Cadê ações internas? Ahhhh...mas a quem interessa no Brasil que o Barista não passe de alguém que coâ e sirva o seu café?
Esse é mais um desabafo de um profissional Barista que está começando a ficar preocupado com o futuro do profissional em nosso país e a importância de nós, Baristas profissionais em unir força para quebrar o desejo da indústria em comprar os direitos de uso do profissional Barista.

Léo Moço

1 comentários:

Martha disse...

Isso é complicado...fiquei preocupada tbm, principalmente pelo fato de estar coemçando agora....
beijoss Léo