quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Paraisópolis

Paulo Sérgio de Almeida


Bem, gostaria de falar sobre essa pessoa incrível que me fez entender ainda mais o quanto é fantástico estar no mundo do café. Esse Moço Senhor (porque ele não aparenta ter a idade que tem) é de uma simpátia, uma inteligência ímpar...

 

O amor, cuidado, orgulho de sua produção, da sua maneira de pensar em como produzir, o pioneirismo faz com que  um profissional do café como Eu, sinta cada vez mais vontade e dedicação em estudar mais e mais. 

Sua produção é toda orgânica, entre as variedades Bourbon Vermelho, Rubi, Mundo Novo e outras, ainda possue produção de leite e suínos.  
Fomos convidados para um café em sua casa, que aliás, posso dizer que foi um dos melhores cafés da minha vida...Eu realmente não acreditei nisso...Além do café, sanduíche de linguiça da própria fazenda, um torresmo maravilhoso com uma cervejinha bem gelada...

 

Gostaria imensamente de agradecer a todos da família, pela tarde e noite maravilhosa e dizer que com certeza nunca esquecerei esse dia. Como o próprio nome da cidade diz... Descobri onde é o paraíso.


1 comentários:

João Carvalho disse...

po!!!! só hoje eu vi esse post, cara! vc tava do LADO da cidade onde eu nasci e onde ficam as fazendas de café da minha família! Paraisópolis fica a 15 minutos de Conceição dos Ouros, minha terrinha.