segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Encerrando Ciclos

 A MORTE


Essa é a minha carta do atual momento... O nome é forte mas olhe a carta com toda atenção...Uma flor linda com uma borboleta mais linda ainda. Na verdade essa carta significa uma mudança repentina... uma grande transformação, o fim de um momento e o renascimento de um outro ainda melhor...

E assim...

 Não, não estou falando do ciclo do café, e sim de mais uma mudança na minha vida profissional e pessoal.

Parafraseando Fernando Pessoa ''Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.. E lembra-te: Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.''

Com esse pensamento, termino meu ciclo na Cafeteria Cafuné no Rio de Janeiro e parto para novos desafios na cidade de São Paulo.
Sem nunca esquecer minhas origens, continuarei promovendo o café do Rio. Ser carioca é como ser flamengo. Uma vez carioca, sempre carioca ;-)

Por isso, desejo sucesso ao Cafuné, que continue zelando pela qualidade ímpar e que continue cativando e formando novos apreciadores de café no Rio.

Em breve, estarei divulgado o meu novo trabalho que será desenvolvido em São Paulo. Um novo ciclo começa para Léo Moço e para o Café do Moço. Aguardem!

2 comentários:

Bio Barista disse...

É isso ai Leo Bons tempos são reais, só que bons tempos vem e vão !
Seja bem vindo a terra da garoa.
E viva esse novo momento em sua vida!!!
precisando de amizade estamos ai.

Abraço

Ass. Alex Pereira

jesse zerlin disse...

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo. O que for teu desejo, assim será a tua vontade. O que for a tua vontade, assim serão teus atos. O que forem teus atos, assim será teu destino”

Boa sorte, nesta nova caminhada... o que precisar do interior de SP. estamos ai... grande abraço